sábado, maio 14, 2005

O Passado

"Hoje tinha vontade de ser poeta, para que as palavras fluíssem soltas pelo papel à velocidade que me surgem na alma, tenho vontade de voar, de me esconder do mundo para pensar, para crescer, para ser feliz.
Queria dedilhar uma melodia bela, numa guitarra, e com ela mostrar à vida a poesia que não escrevi, mas senti.
Queria ter um papagaio que ondulasse ao sabor do vento e me contasse a história dos lugares longínquos de onde chegou esse vento.
Queria aprender a ouvir aquilo que não me dizes, e dizer-te as palavras certas, mas das palavras certas só conheço o silêncio.
Queria conseguir ensinar-te o meu silêncio, porque assim as palavras seriam sempre as certas, e nada se iria perder no vazio, porque eu e tu saberíamos sempre… em silêncio." 03/04/2003

Há dois anos a ingenuidade levava-me a ter vontades assim.
Hoje queria cumplicidade...

... para o meu coração voltar a bater com força.

2 comentários:

Bruno disse...

Belo texto sem duvida! :)

Drops disse...

:) Obrigada Bruno